A prisão preventiva de 205 pessoas envolvidas no massacre do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), ocorrido em janeiro deste ano, […]

Juiz decreta prisão de 205 envolvidos na rebelião e massacre do Compaj em janeiro

A prisão preventiva de 205 pessoas envolvidas no massacre do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), ocorrido em janeiro deste ano, foi decretada pelo Juiz do 2º Tribunal do Júri da Comarca de Manaus.

A Justiça acompanhou o parecer do Ministério Público do Amazonas (MP-AM) e despachou o mandado, na última sexta-feira (27), deferindo os decretos de prisão preventiva.

Segundo a decisão, o Juízo determinou a prisão e custódia, nos presídios federais de segurança máxima, de nove indiciados. Mais 159 detentos se encontram no sistema prisional amazonense – em função de outros processos – e mais 37 indiciados que estão foragidos do Compaj.

Os nomes dos acusados e os números dos autos não foram divulgados, em função do processo circular que permanece em segredo de Justiça.

Deixe um comentário