Após as informações de que o ex-presidente do Peru, Pedro Castillo envolveu militares e policiais em uma ação de pagamentos ilegais, seis pessoas — […]

Pedro Castillho: três generais são presos em investigação contra ex-presidente

Após as informações de que o ex-presidente do Peru, Pedro Castillo envolveu militares e policiais em uma ação de pagamentos ilegais, seis pessoas — entre elas, pelo menos três foram identificadas como generais — foram presas nessa segunda-feira, 26.

A ação foi parte da investigação realizada pela unidade anticorrupção da Procuradoria-Geral do Peru contra Castillo. De acordo com a mídia local, os generais presos atuam na Polícia Nacional do Peru (PNP).

Segundo informação da Folha, entretanto, o número de agentes ainda gera um conflito na investigação — três e cinco, nesta ordem. O Ministério do Interior divulgou um comunicado atualizando as informações da atividade.

“Agentes da polícia, em coordenação com o Ministério Público, executaram uma grande operação que permitiu a detenção de seis pessoas que estariam vinculadas a um caso de corrupção envolvendo promoções irregulares na instituição policial”

Conforme noticiado pela AFP, das 6 pessoas presas pela PNP, estão “três generais de armas da polícia em atividade”.

Generais

As análises em relação aos generais detidos apontam que, no ano passado, eles subiram de cargo enquanto estavam envolvidos em uma ação irregular de pagamentos. Ainda segundo a fonte, a ação tinha o aval do ex-presidente Castillo.

As autoridades prenderam as seis pessoas, que não tiveram os nomes divulgados, em regiões diferentes do Peru: Tacna, Tumbes, Cusco e Lima, capital do país.

Fonte: Aventuras na História

Deixe um comentário