Um candidato a vereador de Iranduba nas últimas eleições foi preso neste domingo (8). Edmilson Carneiro Neto, de 62 anos, […]

Ex-candidato a vereador é preso por suspeita de aplicar golpes contra aposentados

Um candidato a vereador de Iranduba nas últimas eleições foi preso neste domingo (8). Edmilson Carneiro Neto, de 62 anos, é suspeito de aplicar golpes contra aposentados. A Polícia Civil estima que ele lucrava pelo menos R$ 200 mil por mês com o crime.

Edmilson Neto foi preso em cumprimento a mandado de prisão preventiva. Segundo o delegado Cícero Túlio, o suspeito conseguia informações pessoais das vítimas com contatos que mantinha Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A partir das informações, ele falsificava documentos.

“Com isso tudo ele conseguia abrir contas bancárias no nome dessas vítimas. Com essas contas, ele conseguia fazer as portabilidades em relação oas benefícios das aposentadorias dessas vítimas, e, após isso, ele efetua saques e vultuosos empréstimos em nome dessas pessoas”, disse o delegado.

Segundo a Polícia Civil, o ex-candidato responde a quatro processos criminais por estelionato, além de ter uma extensa ficha criminal. Ele será indiciado por estelionato, falsidade ideológica, furto qualificado e uso de documento falso.

Na casa de Edmilson Neto, a polícia encontrou, ainda documentos que, segundo o delegado, comprovam os estelionatos e, possivelmente, outros crimes.

“Ele nos cedeu alguns documentos que comprovam, de fato, que ele trabalha não só nessa parte de estelionato para a coleta dos benefícios, mas também comprovam a participação dele com vendas irregulares de terrenos. Têm muitos documentos de pessoas, possíveis vítimas”, completou.

As investigações vão continuar, segundo a polícia. O objetivo é identificar os responsáveis pela expedição das Carteiras de Habilitação e vazamento dos dados das vítimas dos cadastros de INSS, utilizados nos golpes.

*Com informações do Portal: G1

Deixe um comentário