O governador Wilson Lima (União Brasil) e o candidato Eduardo Braga (MDB) deverão se enfrentar no segundo turno da eleição […]

Wilson Lima e Eduardo Braga se enfrentam no segundo turno para o Governo do Amazonas

 O governador Wilson Lima (União Brasil) e o candidato Eduardo Braga (MDB) deverão se enfrentar no segundo turno da eleição para o Governo do Amazonas. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral, Wilson Lima somou 42,60% dos votos válidos, enquanto Eduardo Braga somou 20,82%.

O candidato Amazonino Mendes (Cidadania) obteve terceira colocação, após ser ultrapassado por Braga nos últimos momentos da apuração.

Quem é Wilson Lima

Filho de José Lins de Lima, já falecido, e de Maria Miranda Lima, Wilson Lima é natural do município de Santarém, no Pará. Começou a trabalhar aos 15 anos como professor de inglês e locutor de rádio em Itaituba, no Pará, onde também foi apresentador de televisão. Com 17 anos de idade, fez um curso de Gestão Turística e foi trabalhar numa agência de viagens, experiência que o levou a ser assessor técnico da Secretaria de Turismo da Prefeitura de Itaituba por quatro anos. Em Santarém, começou a carreira como repórter na TV Tapajós, filiada à Rede Globo e, em 2006, mudou-se para Manaus, capital do Amazonas, para trabalhar como repórter e apresentador de rádio.

Bacharel em comunicação social com habilitação em Jornalismo pelo Centro Universitário Nilton Lins (2011), entre 2010 e 2018, Wilson Lima apresentou o programa Alô Amazonas, da TV A Crítica, líder de audiência no estado do Amazonas.

Wilson Lima é casado com a professora Taiana Lima e é pai de dois filhos, frutos de relacionamentos anteriores: Hugo e Úrsula.

Quem é Eduardo Braga

Eduardo Braga nasceu na cidade de Belém, no estado do Pará, em 6 de dezembro de 1960. É formado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Braga é empresário do setor de revenda de automóveis. Casado com Sandra Backsmann Braga, tem três filhas: Brenda, Bruna e Bianca.

No Senado, sua atuação focou o desenvolvimento sustentável, a integração regional, a Reforma Político-eleitoral, entre outros temas. O senador foi presidente da Comissão de Ciência, Tecnologia, Comunicação, Inovação e Informática (CCT) do Senado no biênio 2011-2012 e no biênio de 2013-2014 foi membro titular das comissões de Assuntos Econômicos (CAE), de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e de Infraestrutura (CI). Foi ainda suplente nas comissões de Educação, Cultura e Esporte (CE), de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização (CMA), de Assuntos Sociais (CAS) e de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR).

Eduardo Braga foi Líder do governo da presidente Dilma Rousseff no Senado de março de 2012 a dezembro de 2014. Nessa função, negociou a aprovação de leis como o Projeto de Resolução do Senado nº 72, que unificou em 4% as alíquotas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para operações interestaduais com produtos importados com o objetivo de por fim à chamada Guerra dos Portos.

Com informações: A Crítica

Deixe um comentário