Um homem, com uma tornozeleira eletrônica, foi preso na tarde desta terça-feira (3), após roubar um carro, modelo Pálio, de […]

Presidiário homicida é preso após roubar carro e comércio, na zona norte de Manaus

Um homem, com uma tornozeleira eletrônica, foi preso na tarde desta terça-feira (3), após roubar um carro, modelo Pálio, de placa não identificada, e usá-lo para assaltar comerciantes e pedestres dos bairros Cidade de Deus, Nova Cidade e Santa Etelvina, na zona norte da capital amazonense.

Na ocasião, o suspeito foi preso após denúncia feita por uma das vítimas à polícia. Outros dois homens, que estavam com o presidiário no momento do crime, conseguiram fugir do cerco policial.

Segundo o tenente da 13ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), André Paiva, os três suspeitos abandonaram o carro em uma rua do Conjunto Residencial Viver Melhor, no bairro Santa Etelvina, zona norte, e fugiram a pé.

“Eles deixaram o carro lá depois de realizarem vários assaltos a pessoas e comerciantes por alguns bairros aqui das proximidades. Nós recebemos a denúncia de uma das vítimas por telefone, no nosso telefone linha direta. Ela informou as características dos indivíduos e nossa equipe saiu em diligência, buscando pelos criminosos”, explicou Paiva.

Após encontrarem o veículo abandonado, a alguns metros, o homem foi localizado pela equipe policial – que depois de realizar pesquisa no Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), constatou que o presidiário respondia por dois homicídios. O suspeito estava respondendo em liberdade, porém, sendo monitorado por tornozeleira eletrônica.

“Ele trocou de roupa para fugir dos policiais, mas, mesmo assim, conseguimos identificá-lo. É inadmissível que a sociedade tenha que conviver com um homem como esse. Cometeu homicídios, foi posto em liberdade e estava realizando assaltos por Manaus. Cadê a Justiça séria do nosso Estado?”, questionou o tenente da PM.

O homem foi apresentado no prédio do 15º Distrito Integrado de Polícia (DIP), localizado na avenida Margarita, bairro Nova Cidade, zona norte da capital. Ele deve aguardar na delegacia até que todos os procedimentos sejam realizados pela Justiça.

*Com informações da assessoria

Deixe um comentário