Uma grande estátua de Hércules foi descoberta em bom estado de conservação na antiga cidade de Filipos, na Grécia. Trata-se de […]

Na História: Estátua de Hércules de 2 mil anos é encontrada bem preservada na Grécia

Uma grande estátua de Hércules foi descoberta em bom estado de conservação na antiga cidade de Filipos, na Grécia. Trata-se de uma escultura de quase dois mil anos, cujo tronco e a cabeça estão intactos, assim como a pele do Leão de Nemeia que sai da mão esquerda do herói grego. Embora as dimensões da peça não tenham sido especificadas, o Ministério da Cultura e Esportes do país disse que ela é maior do que um homem adulto.

Valorização de artefatos romanos

A estátua foi descoberta entre as ruínas de um edifício público, onde ela provavelmente decorava uma fonte. Construído cerca de 800 anos após a criação da escultura e pelo menos 300 anos após a queda de Roma, a edificação e seus adornos atestam como os artefatos romanos antigos eram valorizados durante a era bizantina. De acordo com os pesquisadores, era moda na época instalar esculturas da antiguidade em espaços públicos.

Hércules é o nome em latim dado pelos antigos romanos a Héracles, herói da mitologia grega. Filho de Zeus, ele completou os chamados 12 Trabalhos como punição por matar seus filhos durante um ataque de loucura. O primeiro desses desafios aparentemente impossíveis foi matar o Leão da Nemeia, que possuía uma pelagem dourada que era impenetrável a todas as flechas, lanças ou espadas.

Especialistas identificaram que a estátua retratava o herói lendário com base no leão pendurado em sua mão esquerda e por uma clava, que foi encontrada em fragmentos. Filipos, a cidade onde a escultura foi encontrada, ganhou esse nome quando o rei Filipe II da Macedônia, pai de Alexandre, o Grande, conquistou a região em 356 a.C. Mais tarde, a cidade foi incorporada ao Império Bizantino, mas provavelmente foi abandonada após a conquista otomana.

Com informações: History 

Deixe um comentário