O ex-governador cassado do Amazonas José Melo, acusado de integrar uma quadrilha que promoveu desvios milionários na saúde do Estado, […]

Ex-governador do Amazonas pode passar Natal em cela comum

O ex-governador cassado do Amazonas José Melo, acusado de integrar uma quadrilha que promoveu desvios milionários na saúde do Estado, e foi preso pela Polícia Federal do Amazonas, na operação batizada de “Estado de Emergência” já se encontra preso em cela comum no Centro de Detenção Provisório Masculino II (CDPM II), localizado no Km 8 da BR-174 (Manaus – Boa Vista). De acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), ele está na mesma unidade que os ex-secretários da sua antiga gestão, presos na segunda fase da operação “Maus Caminhos” chamada de “Custo Político” realizada semana passada. Apesar de estar numa cela comum, o ex-governador está separado dos demais presos da unidade.

Ainda Segundo a Seap, na cadeia, José Melo não tem nenhum tipo de regalia, mas outras informações sobre a estrutura do prédio não podem ser divulgadas, segundo a secretaria. A construção do prédio começou em Junho de 2014, e foram investidos R$ 24 Milhões, sendo 12 Milhões e 700 mil de repasses do Governo Federal e 11,5 milhões do estado, na gestão do então governador José Melo.

A primeira fase da Operação Maus Caminhos foi deflagrada em Setembro de 2016, e o médico Mouhamad Mustafa foi apontado como chefe do esquema, e a terceira fase intitulada “Estado de Emergência” resultou na prisão do ex-governador, que por ter tido o mandato cassado, não tem direito a foro privilegiado.

Fonte: Portal Em Tempo

Deixe um comentário