O preço da gasolina comum em pelo menos quarenta postos de combustíveis de Manaus está na faixa de R$ 4,99, […]

Aumento: preço da gasolina em postos de Manaus chega a R$ 5

O preço da gasolina comum em pelo menos quarenta postos de combustíveis de Manaus está na faixa de R$ 4,99, segundo consulta realizada na plataforma Busca Preço da Secretaria de Estado da Fazenda do Amazonas (Sefaz-AM) desta quarta-feira (4).

A plataforma disponibiliza o preço de gasolina vendido em postos de combustíveis localizados em vários bairros da capital. Há postos que estão vendendo gasolina acima de R$ 5,00.

Segundo a Agência Nacional de Petróleo (ANP), o preço médio da gasolina em Manaus é de R$ 4,74, enquanto o etanol está sendo revendido por R$ 3,72.

Procurados pela reportagem de A CRÍTICA, nenhum gerente de postos de combustíveis quis comentar sobre o aumento.

 Medida provisória

 O ministro da Justiça e Segurança Pública (MJSP), Flávio Dino, anunciou que a pasta vai investigar os postos que aumentaram o preço da gasolina nos últimos dias por suposta retomada da cobrança de tributos federais sobre os combustíveis (PIS/Cofins e Cide).

Na última segunda-feira (2), o novo governo publicou medida provisória prorrogando isenção de impostos para o álcool e a gasolina até 28 de fevereiro. Já a desoneração do diesel valerá até o fim do ano. A isenção de impostos federais havia sido feita pelo governo Bolsonaro e terminou em 31 de dezembro. Sem a extensão do prazo, o impacto no preço poderia ser de até 70 centavos no litro da gasolina.

 Fiscalização

 Em nota, o Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-AM) informou que está monitorando o aumento no preço do combustível no Amazonas, ocorrido nos últimos dias.

Segundo o diretor-presidente do Procon-AM, Jalil Fraxe, o órgão está verificando as denúncias para ir a campo realizar as fiscalizações e verificar o preço de venda e aquisição.

“O objetivo da fiscalização será para examinar quais os valores que os comerciantes estão agregando ao combustível, como também, por quais preços eles estão comprando das distribuidoras”, afirmou Fraxe.

O Procon-AM destacou ainda a importância da atenção do consumidor no momento da compra, exigindo sempre a nota fiscal com nome do estabelecimento, assim como o valor pago pelo cliente. Para que, em casos de abusos, possa procurar uma unidade do Procon e registrar a reclamação.

 Denúncias

 Os consumidores que se sentirem lesados devem formalizar denúncia por meio do telefone (92) 3215-4009 / 0800 092 1512 ou por e-mail – fiscalizacaoprocon@procon.am.gov.br . Ou comparecer ao Procon-AM, localizado na Avenida André Araújo, 1500 – Aleixo.

Fonte: A Crítica

Deixe um comentário