O número de mortes violentas no Amazonas nos três primeiros trimestres deste ano registraram queda de 6% em relação ao […]

Assassinatos caem 6% de janeiro a setembro, mas AM segue com uma das maiores taxas do país

O número de mortes violentas no Amazonas nos três primeiros trimestres deste ano registraram queda de 6% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados do Monitor da Violência, divulgado pelo g1, nesta sexta-feira (2). Entretanto, o estado continua em patamar elevado, e no mês de setembro, por exemplo, registrou a segunda maior taxa proporcional de assassinatos do país.

O levantamento, que compila os dados mês a mês, faz parte do Monitor da Violência, uma parceria do g1 com o Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV-USP) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

De acordo com os dados, obtidos por meio de dados fornecidos pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), de janeiro a setembro, o Amazonas registrou 1.037 mortes violentas, número ligeiramente menor que o visto no mesmo período do ano passado, quando foram notificados 1.103 assassinatos.

Os dados levam em consideração:

  • Homicídios;
  • Latrocínios (roubo seguido seguido de morte);
  • Lesões corporais seguidas da morte.

Levando em consideração a taxa de assassinatos para um grupo de 100 mil habitantes, em setembro, o Amazonas registrou o segundo maior percentual do país, ficando atrás somente de Rondônia. Veja os estados com as maiores taxas em setembro:

  1. Rondônia – taxa de 3,06 a cada 100 mil habitantes;
  2. Amazonas – taxa de 2,90 homicídios a cada 100 mil habitantes;
  3. Alagoas – taxa de 2,82 homicídios a cada 100 mil habitantes;
  4. Rio Grande do Norte – taxa de 2,75 homicídios a cada 100 mil habitantes;
  5. Bahia – taxa de 2,71 homicídios a cada 100 mil habitantes.

Na fotografia dos nove meses analisados pelo Monitor da Violência, o Amazonas também consta entre os cinco estados mais violentos do país. Taxas por 100 mil habitantes de janeiro a setembro:

  1. Pernambuco: 26,3
  2. Bahia: 25,3
  3. Alagoas: 24,7
  4. Amazonas: 24,3
  5. Ceará: 24,2

Entre os meses analisados, maio foi o mais violento no Amazonas. No primeiro fim de semana daquele mês, por exemplo, os manauaras se assustaram com uma intensa sequência de homicídios. Foram quase 20 mortes violentas, em menos de 24 horas, somente na capital.

Os dados do Amazonas foram fornecidos pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). A pasta afirmou que tem feito operações integradas na capital e interior do estado.

“Como resultado das ações no estado, entre janeiro e outubro deste ano, as forças de segurança já realizaram a apreensão de mais de 24 toneladas de drogas, além das prisões de mais de 6 mil pessoas envolvidas em crimes, e a apreensão de mais de 1,6 mil armas de fogo”, disse.

Com informações: G1 Amazonas

Deixe um comentário