Manaus (AM) – Um pedido de urgência foi aprovado na Câmara Municipal de Manaus (CMM) para que os vereadores votem novo […]

Aprovada urgência em pedido de empréstimo da Prefeitura de Manaus na CMM

Manaus (AM) – Um pedido de urgência foi aprovado na Câmara Municipal de Manaus (CMM) para que os vereadores votem novo pedido de empréstimo da Prefeitura de Manaus, com novo valor de R$ 580 milhões. A solicitação visa autorizar o Executivo local a contratar operação de crédito junto ao Banco do Brasil S. A., após a CMM negar primeiro pedido de R$ 600 milhões.

Na nova proposta, a principal destinação dos recursos está especificada em obras de infraestrutura, bem como construção e revitalização de parques, desassoreamento dos igarapés e desapropriação para fins de Regularização Fundiária. A gestão do prefeito David Almeida (Avante) informou que as finanças públicas não sofrerão impacto negativo com a aquisição do crédito.

“Com esse financiamento, serão abertas várias frentes de obras, presumindo-se conservadoramente que, pelo menos 30% do valor total da operação será destinado à mão-de-obra da construção civil, o que movimenta a economia com a injeção de renda e aumento da capacidade de compra do cidadão”, diz trecho do documento oficial.

O início do pagamento das parcelas, caso o empréstimo seja aprovado pela CMM, está programado para 2025. A 2ª Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Casa realizará análise em caráter de urgência.

O vereador Gilmar Nascimento (Avante), defendeu, nesta segunda-feira (4), a aprovação do novo pedido de empréstimo encaminhado pela prefeitura à Câmara Municipal de Manaus (CMM). O PL 643/2023 foi deliberado em Regime de Urgência e seguiu para análise das comissões de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) e Finanças, Economia e Orçamento (CFEO).

Segundo o parlamentar, valor deve ser empregado em melhorias de ramais e vicinais, desassoreamento de igarapés, construção do Parque Rosa Almeida, construção da Praça da Bíblia, construção de unidades habitacionais populares, entre outros.

O vereador reforçou a importância do recurso para a capital e considerou a necessidade dos serviços em infraestrutura.

“Estou comprometido com o regimento dessa Augusta Casa, em seguir todos os ritos na comissão que fui nomeado presidente. Além disso, eu sou totalmente a favor de que os recursos cheguem aos cofres da prefeitura de Manaus, pois é importante para a nossa população. Ano que vem iremos enfrentar novamente as inundações, erosões e a cidade requer de reparos em sua infraestrutura”, disse ele.

Segundo Gilmar Nascimento, a Prefeitura de Manaus vem realizando ações eficazes para desafogar o trânsito na cidade.

“Nós enfrentamos um trânsito, que é uma das maiores demandas de nossa cidade e o prefeito David Almeida vem trabalhando na construção de complexos viários, como na Bola do Produtor e na Avenida das Torres. Para 2024, esse trabalho precisa continuar e a prefeitura precisa de recursos”, finalizou.

*Com informações: Em Tempo

Deixe um comentário