Na manhã desta sexta-feira (1°), o Portal do Minuto foi procurado para relatar um problema ocorrendo na Escola Estadual Paula […]

Foto: Divulgação

Aparelhos de ar-condicionado danificados e calor, pais e alunos denunciam escola estadual em Manaus

Na manhã desta sexta-feira (1°), o Portal do Minuto foi procurado para relatar um problema ocorrendo na Escola Estadual Paula Ângela Frassinetti, situada no Morro da Liberdade, Zona Sul de Manaus. Conforme a denúncia, os alunos estão estudando acerca de um ano em salas de aulas fechadas e com aparelhos de ar-condicionado danificados.

Josileide da Silva Figueiredo, de 44 anos, mãe de uma das crianças, revelou que os pais dos alunos formaram um grupo no WhatsApp para discutir a situação e dialogar com a direção da escola. Contudo, até o momento, nenhuma medida havia sido tomada pela Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar (Seduc) para resolver o problema.

”Na escola do meu filho, os aparelhos de ar-condicionado das salas não estão funcionando. Nós, pais, já criamos um grupo no WhatsApp e nos reunimos para conversar com a diretora. Ela nos informou que já fez diversas solicitações à Seduc, mas a única resposta recebida é para aguardar”, disse Josileide.

A denúncia ainda aponta que várias crianças na sala possuem laudos médicos. Segundo Josileide, em uma das salas, várias crianças estão nesta situação, incluindo o filho dela.

”Existem várias crianças com laudo médico nesta sala, e meu filho é uma delas. Ter muitas crianças em uma sala fechada e sem ar-condicionado é um absurdo”, afirmou.

Reunião

Conforme Josileide, uma reunião foi realizada na manhã desta sexta-feira com a direção da escola e algumas ações já foram tomadas, mas ainda são insuficientes para resolver o problema.

”A reunião foi com gestora da escola, que nos informou que ela já fez várias solicitações à Seduc e a resposta da secretaria é sempre a mesma – aguardar”, relatou.

Ainda segundo Josileide, a diretora da escola agradeceu a união dos pais e pediu a eles que permaneçam presentes na vida escolar dos filhos.

”Ela agradeceu aos pais pela união em busca de respostas, pela nossa ação de está solicitando à Seduc providências e por estarmos fazendo vídeos e marcando deputados na busca de apoios”, afirmou.

Reforma

De acordo com Josileide, a escola está desde 2015 sem reforma e afirmou que, além do conserto dos aparelhos de ar-condicionado, a estrutura da escola também precisa passar por uma reforma.

”Hoje foi uma equipe fazer a limpeza dos aparelhos de ar-condicionado, mas infelizmente na sala do meu filho, o aparelho, mesmo com limpeza, precisa ser trocado. A escola desde 2015 não é reformada e a Seduc precisa reformar, trocar os ares-condicionados e precisa dar uma resposta pra nós, pais. Ficamos sabendo desta situação agora, porque fomos à sala que nossos filhos estão”, destacou.

Josileide e os demais pais solicitam um olhar do Governo do Estado para a situação de seus filhos e destacam que a reforma da escola e o conserto dos aparelhos de ar-condicionado é um direito dos alunos.

Nota dos alunos

”Oi senhores pais, nós, alunos do 8°/1, da Escola Estadual Paula Ângela Frassinetti, fizermos esse vídeo em prol da nossa sala, pois está quente e o ar-condicionado está quebrado. Peço que vocês, assim como nós, mandem esse vídeo para o Instagram da Seduc (@seducamazonas) VAMOS NOS UNIR!!
Assim como mandar para eles, vamos comentar nas publicações deles. Você que pode ajudar, nos ajude!”

Vídeo

Em um vídeo produzido pelos alunos, de forma bem criativa, eles pedem ajuda e relatam sobre a situação de intenso calor que sofrem diariamente durante as aulas.

Espaço aberto

Portal do Minuto deixa o espaço aberto para a Seduc se manifestar sobre o caso e esclarecer as medidas que estão sendo tomadas para resolver os problemas relatados.

 

Deixe um comentário