A Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD) já identificou o suspeito do latrocínio do motorista Everaldo Doval de […]

Menores de 17 anos, suspeitos pelo latrocínio de motorista, são procurados pela polícia

A Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD) já identificou o suspeito do latrocínio do motorista Everaldo Doval de Almeida, de 54 anos, morto com um tiro no rosto quando tentava fugir de um assalto, na noite desta segunda-feira (20). O fato aconteceu por volta das 23h, na avenida Rio Negro, bairro Santo Agostinho, zona oeste da capital amazonense.

De acordo com a DERFD, o autor do disparo que matou Everaldo seria um adolescente de 17 anos, conhecido como ‘Juju’ – que mora nas proximidades do local -, acompanhado de seu comparsa identificado apenas como ‘Patinho’. Eles ainda não foram localizados pela polícia.

Policiais militares da 8ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) atenderam a ocorrência. A polícia informou que a vítima trafegava com o veículo quando foi abordada por um criminoso que estava sob posse de uma arma caseira.

“Era um indivíduo armado com arma de fogo caseira que esperou o veículo reduzir a velocidade quando passava no quebra-mola para anunciar o assalto. O motorista não parou e o assaltante efetuou um disparo que atingiu o rosto da vítima”, informou o tenente Ivan da 8ª Cicom.

Conforme relatos de testemunhas, na ocasião, o veículo ficou desgovernado e só parou quando bateu em um poste de energia elétrica e muro de uma residência. Um passageiro, que não teve a identidade divulgada, sofreu ferimentos leves e teve o celular levado pelo assaltante que fugiu logo em seguida.

Everaldo sofreu hemorragia cerebral e fratura na calota craniana. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local. Após a perícia, o corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal (IML).

A esposa do motorista, Edisilva Lima da Silva, de 56 anos, registrou o fato no 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), situado na Ponta Negra, zona oeste.

O caso continua sendo investigado pela Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD).

Deixe um comentário