Apontado como chefe de uma organização criminosa que desviou R$ 110 milhões da Saúde do Amazonas, o médico e empresário Mouhamad […]

No Amazonas, médico acusado de desviar mais de R$ 110 milhões da saúde sai da prisão

Apontado como chefe de uma organização criminosa que desviou R$ 110 milhões da Saúde do Amazonas, o médico e empresário Mouhamad Mustafa, preso durante a Operação Maus Caminhos, foi liberado da prisão por determinação da justiça, considerado líder da organização criminosa.

Mustafa deverá usar tornozeleira eletrônica, a decisão da soltura partiu pelo Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Nafi Cordeiro, após pedido de habeas corpus concedeu liberdade ao mesmo com a justificativa de não ter nenhuma intenção do médico e empresário de descumprir as medidas cautelares.

Mouhamad estava preso em Manaus desde o dia 21 de outubro deste ano após ter após passar o limite previamente combinado. Antes disso, Mouhamad ficou solto no dia 30 de agosto após ter conseguido um alvará de soltura no Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

 

 

Deixe um comentário