Os protestos contra a morte de George Floyd, um homem negro, de 46 anos, asfixiado até a morte pelo policial […]

Caso George Floyd: protestos desafiam toque de recolher; uma pessoa morreu

Os protestos contra a morte de George Floyd, um homem negro, de 46 anos, asfixiado até a morte pelo policial Derek Chauvin em Minneapolis, na segunda-feira (25/05), seguem se espalhando pelos Estados Unidos neste domingo (31) e provocaram mais uma morte e deixaram outras pessoas feridas, entre manifestantes e policiais. Pelo menos 75 cidades, como Atlanta, registram manifestações violentas, segundo o The New York Times. A maioria decretou toque de recolher.

Além disso, a Guarda Nacional também foi ativada em cerca de 12 estados e no Distrito de Columbia. Todas as estradas intermunicipais e interestaduais que levam à cidade de Minneapolis foram interditadas. Centenas de manifestantes foram detidos.

Em Indianápolis, uma pessoa foi morta e outras três ficaram feridas quando um homem atirou em um protesto, informou a polícia. “Basta”, disse o chefe de polícia Randal Taylor em uma entrevista coletiva à noite, enquanto as sirenes tocavam ao seu redor. “Indianápolis, somos melhores que isso. Moradores que não moram no centro da cidade, pedimos para desocupar a área”.

Na Filadélfia, pelo menos 13 policiais foram feridos quando manifestantes atearam fogo a carros, quebraram janelas na prefeitura e saquearam lojas pelo centro da cidade, que também declarou toque de recolher.

Fonte: Metrópoles

Deixe um comentário